Impactos das novas tecnologias na prova previdenciária
PDF
HTML

Palavras-chave

prova
novas tecnologias
direitos fundamentais
hipossuficiência
processo previdenciário proof
new technologies
fundamental rights
hypo-sufficiency
social security process prueba
nuevas tecnologías
derechos fundamentales
hiposuficiencia
proceso de seguridad social

Como Citar

Dall’Alba, F. C. ., & Rubin , F. (2021). Impactos das novas tecnologias na prova previdenciária. Revista Científica Disruptiva, 3(1), 3-18. Recuperado de http://revista.cers.com.br/ojs/index.php/revista/article/view/102

Resumo

O artigo tem como objetivo tratar do direito à prova e as novas tecnologias com destaque, para o processo previdenciário. O método utilizado para a presente investigação foi o hipotético-dedutivo e os tipos de pesquisa foram de caráter qualitativo, bibliográfico e jurisprudencial. O processo previdenciário é um dos locais onde o ambiente virtual está sendo testado com bastante força, pois o direito material em debate, em razão de suas peculiaridades, assim permite. Destaca-se a prova testemunhal nas audiências telepresenciais e para os depoimentos gravados pelos próprios advogados. O artigo aborda, também, a respeito da inteligência artificial, que ainda está em desenvolvimento, mas que pode ser aplicada no campo previdenciário. A hipossuficiência técnica é uma realidade e não pode ser desconsiderada, quando se fala em utilizar tecnologias no sistema de justiça. Assim, faz-se um alerta sobre o perigo das novas tecnologias, para o processo, devendo-se respeitar os direitos fundamentais processuais, sob pena de transformar o processo num mero procedimento.

PDF
HTML

Referências

ATHENIENSE, Alexandre Rodrigues. As premissas para alavancar os projetos de inteligência artificial na Justiça brasileira. In: FERNANDES, Ricardo Vieira de Carvalho; CARVALHO, Angelo Gamba Prata de (Coord.). Tecnologia jurídica & direito digital: II Congresso Internacional de Direito, Governo e Tecnologia. Belo Horizonte: Fórum, 2018.

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA (Brasil). Resolução n. 345, de 9 de outubro de 2020. Diário da Justiça [do] Conselho Nacional de Justiça, Brasília, DF, n. 331, p. 2-3, 9 out. 2020. Disponível em: https://atos.cnj.jus.br/atos/detalhar/3512. Acesso em: 4 jun. 2021.

DIDIER JR, Fredie; BRAGA, Paula Sarno; OLIVEIRA, Rafael Alexandria de. Curso de Processo Civil. Salvador: Podivum, 2016. v. 2.

FENOLL, Jordi Nieva. Inteligência artificial y processo judicial. Madrid: Marcial Pons, 2018.

NISSAN, Ephraim. Digital technologies and artificial intelligence’s present and foreseeable impact o n lawyering, judging, policing and law enforcement. AI& Society, 2015.

OLIVEIRA, Carlos Alberto Alvaro de. Do formalismo no Processo Civil. São Paulo: Saraiva, 2008.

REICHELT, Luis Alberto. Reflexões sobre o Modelo do juízo 100% Digital à Luz do Direito Fundamental ao Acesso à justiça. In: HAUSCHILD, Mauro Luciano (Org.). Justiça, cidadania e direitos humanos: homenagem ao Ministro Humberto Martins. Porto Alegre: Paixão Editores, 2021.

REICHLET, Luis Alberto. A prova no Direito Processual Civil. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2009.

RUBIN, Fernando. Das provas em espécie: da prova documental à inspeção judicial. Revista Jurídica LEX, v. 63, p. 11-27, 2013.

RUBIN, Fernando. O direito à produção de provas e as correlatas questões recursais no Projeto do novo CPC. Novas tendências do processo civil - Volume 2. 2.ed. Salvador, 2014.

RUBIN, Fernando. Repensando os atos processuais: mudanças do processo escrito para o processo eletrônico e a concretização do direito fundamental das partes ao processo justo. In: HAUSCHILD, Mauro Luciano (Org.). Justiça, cidadania e direitos humanos: homenagem ao Ministro Humberto Martins. Porto Alegre: Paixão Editores, 2021.

RUSSELL, S. J.; NORVIG, P. Inteligencia Artificial. Un Enfoque Moderno. Madrid: Pearson Educación, S.A., 2004.

SALOMÃO, Luis Felipe. Inteligência artificial: tecnologia aplicada à gestão dos conflitos no âmbito do poder judiciário brasileiro, 2020. Disponível em: https://ciapj.fgv.br/sites/ciapj.fgv.br/files/estudos_e_pesquisas_ia_1afase.pdf. Acesso em: 4 jun. 2021.

STJ aciona Polícia Federal após sofrer ataque por hackers. Migalhas,4 nov. 2020. Disponível em: https://www.migalhas.com.br/quentes/335869/stj-aciona-policia-federal-apos-sofrer-ataque-por-hackers. Acesso em: 4 jun. 2021.

STRECK, Lenio Luis. Que vem logo os intelectuais para ensinares os especialistas. Conjur. Disponível em: https://www.conjur.com.br/2019-mai-30/senso-incomum-venham-logo-intelectuais-ensinarem-aos-especialistas. Acesso em: 4 jun. 2021.

SUSPEITO de ataque hacker ao TSE é preso em Portugal. Migalhas, 28 nov. 2020. Disponível em: https://www.migalhas.com.br/quentes/337059/suspeito-de-ataque-hacker-ao-tse-e-preso-em-portugal. Acesso em: 4 jun. 2021.

SUSSKIND, Richard. Tomorrow´s Lawyers. New York: Oxford, 2017.

TJ/RS sofre ataque hacker e suspende prazos processuais. Migalhas, 3 maio 2021. Disponível em: https://www.migalhas.com.br/quentes/344876/tj-rs-sofre-ataque-hacker-e-suspende-prazos-processuais. Acesso em: 4 jun. 2021.

TRF-1 sofre ataque hacker e site sai do ar. Migalhas, 27 nov. 2020. Disponível em: https://www.migalhas.com.br/quentes/337033/trf-1-sofre-ataque-hacker-e-site-sai-do-ar. Acesso em: 4 jun. 2021.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Array