Depois da Razão
PDF
HTML

Palavras-chave

Democracia
Metafísica
Modernidade
Legitimidade Política Democracy
Metaphysics
Modernity
Political legitimacy Democracia
Metafísica
Modernidad
Legitimidad política

Como Citar

Ghirardi, J. G. (2021). Depois da Razão: Crise da metafísica e desafios para a democracia contemporânea. Revista Científica Disruptiva, 3(1), 50-64. Recuperado de http://revista.cers.com.br/ojs/index.php/revista/article/view/97

Resumo

A crise da democracia tornou-se um tema onipresente nos debates acadêmicos contemporâneos. Diversos autores têm buscado apontar suas razões e compreender a ascensão de um novo tipo de populismo ao redor do globo, oferecendo explicações de corte sociológico, político, jurídico, econômico e psicológico. Esse artigo sugere que, conquanto essas análises sejam valiosas para uma apreensão abrangente da crise das democracias contemporâneas, uma compreensão mais ampla desse fenômeno não pode se dar sem que se realize a discussão da crise das premissas metafísicas que davam legitimidade ao projeto político-jurídico da Modernidade como um todo. O argumento central, estruturado na forma de ensaio, é o de que os esgarçamentos dos fundamentos metafísicos que lastreavam as dinâmicas de universalização e de categorização constitutivos do projeto jurídico-político da Modernidade estão no centro da crise presente e das dificuldades que as forças políticas têm encontrado para superá-la. Além da introdução, o artigo se divide em três seções (Verdade, universais, categorias; Impactos políticos da crise da metafísica; Pós-verdade, pós-Modernidade) mais as considerações finais.

PDF
HTML

Referências

CASTELLS, M. Ruptura: a crise da democracia liberal. Tradução: Joana Angélica d’Avila Melo. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2018.

FOUCAULT, Michel, et al. Sécurité, Territoire, Population: Cours Au Collège De France, 1977-1978. Paris: Seuil, 2009.

FRASER, Nancy. Neoliberalismo populista versus populismo reacionário: a escolha de Hobson. In: GEISELBERGER, Heinrich (org). A grande regressão: Um debate internacional sobre os novos populismos – e como enfrentá-los. Tradução: Silvia Bittencourt et al. São Paulo: Estação Liberdade, 2019, p. 77-89.

FRASER, Nancy et al. Redistribution or Recognition?: A Political-Philosophical Exchange.Londres: Verso, 2018.

GIDDENS, Anthony. Modernity and Self-Identity: Self and society in the Late Modern Age. Stanford: Stanford University Press, 1991.

LEVITSKY, Steven e ZIBLATT, Daniel Ziblatt. How Democracies Die. New York: Broadway Books, 2019.

LIPOVETSKY, Gilles. L'ère Du Vide: Essais sur l'individualisme contemporain. Paris: Gallimard, 2015.

LYOTARD, Jean-François, A Condição Pós-Moderna. Trad. Ricardo Corrêa Barbosa. Rio de Janeiro: José Olympio, 2008.

MBEMBE, Achille. Crítica da Razão Negra. Tradução Marta Lança. Lisboa: Antígona, 2014.

MEIRELES, Cecília. Romanceiro da Inconfidência. São Paulo: Global Editora, 2015.

NUSSBAUM, Martha C. Political Emotions: why Love Matters for Justice. Cambridge: The Belknap Press of Harvard University Press, 2015.

ONU. Assembleia Geral. Declaração Universal dos Direitos Humanos, 1948. Disponível em: http://www.direitoshumanos.usp.br/index.php/Declara%C3%A7%C3%A3o-Universal-dos-Direitos-Humanos/declaracao-universal-dos-direitos-humanos.html . Acesso em: 26 fev. 2021.

ROSANVALLON, Pierre. La Légitimité Démocratique: Impartialité, Réflexivité, Proximité. Paris: Seuil, 2010.

SENNETT, Richard. O declínio do homem público [recurso eletrônico]; tradução Lygia Araujo Watanabe. - 1. ed. - Rio de Janeiro: Record, 2014.

SWIFT, Jonathan. Gulliver's Travels. Cambridge: Cambridge Univ. Press, 2012.

TAYLOR, Charles. Multiculturalism and the Politics of Recognition: An Essay. Princeton, N.J: Princeton University Press, 1994.

TAYLOR, Charles. The Ethics of Authenticity. Cambridge: Harvard University Press, 1991.

TAYLOR, Charles. Sources of the self: The making of the Modern Identity. Cambridge: Harvard University Press, 1989.

TOURAINE, Alain. Critique De La Modernité. Paris: Fayard, 1992.

VATTIMO, Gianni. O fim da Modernidade: Niilismo e hermenêutica na cultura pós-moderna. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

VATTIMO, Gianni. Addio Alla Verità. Roma: Meltemi, 2009.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Array